Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
   
 
 

Tudo começou na década de 60. Foi em 1963 que o patriarca JOSÉ FERREIRA DA SILVA (1931-2004), filho de família humilde nordestina, homem de fibra e lutador, juntamente com sua esposa e companheira Dona Marlene, carioca filha de Portugueses e Libaneses, na sua constante luta em busca de um futuro melhor encontrou algo de novo, dando assim início a nossa história.
Nas suas idas e vindas a São Paulo, onde comprava roupas para vender no Rio de Janeiro para amigos, lojas e na antiga Fábrica de cartuchos em Realengo, teve a grande idéia de levar roupas também para o Rio Grande do Sul trocando as mesmas por vinhos, tendo em vista que nesta época só existiam duas adegas em todo estado do Rio de Janeiro. Com sua visão empresarial, através das negociações das vestimentas pelos vinhos e vendendo a conhecidos percebeu que poderia se destacar ao montar um pequeno empreendimento, e em 1964, juntamente com seu cunhado, marido da irmã de sua esposa, montou sua primeira loja no bairro de Padre Miguel no município do Rio de Janeiro.

Contudo, seu espírito ousado e inovador continuava na busca de um vinho com qualidade inovadora, encorpado, com características marcantes e especiais que se adequasse ao clima tropical do Rio, visitando assim várias vinícolas de São Paulo. Foi então que o “Seu Zé” em sua peregrinação em busca da excelência chegou à cidade de São Roque e conheceu uma vinícola pequena que produzia um vinho quase artesanal e de excelente qualidade, justamente o que ele buscava, produzido por um senhor de nome Gumercindo de Góes, filho de imigrantes portugueses que buscava uma parceria jovem e dinâmica, nasce então um casamento perfeito, um filho, um amigo e um parceiro.

No decorrer dos anos, este Vinho veio se perfeiçoando cada vez mais para atender os paladares mais apurados e os mercados cada vez mais exigentes, eis que os Vinhos Góes ganham seu espaço no mercado, e seu crescimento e visível e
em todo mercado Paulistano, não satisfeito o jovem Sr. José queria ir além, foi então que em 1967, ao dissolver a sociedade da loja em Padre Miguel que detinha com seu cunhado abriu sua própria adega, a DISTRIBUIDORA DE BEBIDAS GÓES, na rua João Vicente 757 em Oswaldo Cruz, mais conhecida como Adega Góes, representante exclusivo dos Vinhos Góes e de outros produtos que foram desenvolvidos pela crescente viti-vinícola. Após sua morte em 2004 sua esposa Dona Marlene, com suas filhas Mirian e Terezinha, juntamente com seu marido Ferreira cuidam pessoalmente de todos os detalhes, procurando sempre atender aos mais exigentes clientes e dando a cada, um atendimento diferenciado, buscando sempre a excelência. Hoje esta empresa se orgulha de ter sido pioneira acreditando no potencial do vinho como uma das bebidas preferida dos cariocas. E como tudo o que é bom evolui, foi pensando na satisfação plena dos clientes que acrescentamos ao nosso quadro de especialidades o nosso famoso BOLINHO DE BACALHAU, que está entre um dos melhores da cidade, implantado por seu filho José Roberto, o Beto (1959-2000) com uma receita especialíssima de família, guardada a 7 chaves. Quem quiser comprovar, é só passar na Adega para provar.

   
 
  Adega Goes 2010 - Todos os Direitos Reservados. E-Soluttions - Soluções em Informática.